• Larissa Gobbo

Informalidade na prestação de serviços e o risco de acidentes

Como engenheira de segurança do trabalho e moradora de condomínio, vejo situações diárias de exposição a riscos e descumprimento das regras básicas de segurança do trabalho nos serviços de manutenção predial. Como isso pode ser modificado e melhorado? Como posso ajudar nessa mudança? Como simplificar as regras de segurança do trabalho em um formato que todos as entendam e cumpram?

Esse assunto acaba sendo menosprezado pelos trabalhadores e responsáveis em função do baixo conhecimento dos riscos envolvidos e pela baixa consciência sobre as consequências. Vamos descomplicar esse tema que e entender que ele está mais presente no nosso dia a dia do que imaginamos.

Partindo de exemplos a análise fica mais fácil, então vamos à foto abaixo: olhe atentamente e procure identificar as falhas em termos de segurança do trabalho.


Não foi a toa que escolhi essa foto: é uma cena corriqueira e você com certeza já se deparou com ela dentro ou mesmo fora do seu condomínio.

Os problemas que surgem na segurança do trabalho vão além da informalidade ou da postura de /quebrar galhos/ que prestadores de serviço, visível no uso de chinelo e roupas comuns pelos trabalhadores durante a execução dos serviços. Ela envolve, principalmente, mudança de comportamento - de todas as partes envolvidas.

Mas e agora, o que fazer? Ou, como construir uma mudança positiva?


O primeiro passo é fugir da informalidade e buscar a conformidade legal

Sempre que queremos evitar algo, trabalhamos na sua causa, para que aquilo não ocorra mais. Isso chama-se prevenção e é facilmente aplicável em várias áreas da nossa vida.

Essa primeira fase envolve um trabalho mais burocrático, analisando com cuidado as empresas prestadoras de serviço e selecionando as que tenho as documentações em ordem, como o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), o PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) e as OSs (Ordens de Serviço) - aqui, eu falo um pouco mais sobre a importância desses 3 documentos básicos!

Por último, peça comprovação do registro em carteira dos funcionários que trabalharão nas dependências do condomínio.


Vencida a primeira fase, partimos para a prática

E o que fazer durante a execução dos serviços? O que olhar, com quem falar e como monitorar?

Em um mundo ideal, cada condomínio deveria ter um técnico de segurança acompanhando a execução dos serviços, mas isso e muitas vezes financeiramente inviável. O ideal é que o condomínio tenha uma assessoria especializada na área de saúde e segurança do trabalho a quem o síndico ou o zelador, por exemplo, possam consultar sempre que necessário, seja em um processo de licitação de serviços pontuais, como pode de árvores ou manutenção de caixas de água, até trabalhos de maior complexidade e criatividade, como pintura de fachadas, por exemplo.

Mais do que financeiramente, segurança do trabalho precisa estar dentro da rotina e planejamento de condomínios. A mudança de consciência começa por ai.

Segunda fase: acompanhamento das atividades e redução dos riscos

Para garantir que as atividades executadas dentro das dependências do condomínio estejam dentro das regras técnico-legais e que ninguém a serviço do condomínio esteja exposto a riscos desnecessários sem medidas corretivas de proteção, é necessário um acompanhamento mais de perto pelo síndico profissional, zelador ou do gerente do condomínio.

Para isso, aquela assessoria de segurança do trabalho mencionada acima, deve treinar rotineiramente essas pessoas responsáveis para que elas sejam replicadores das regras de segurança do trabalho e hajam como orientadores no dia a dia, exercendo a figura que chamamos de Líderes de Segurança. No dia a dia, essas pessoas são responsáveis diretos por acidentes que venham a ocorrer dentro das dependências do condomínio e respondem perante a justiça cível e criminal.

É assim, pouco a pouco, que vamos tomando consciência das regras de SST, do porquê elas existem e qual sua importância. E como diz o ditado: quem tem informação e educação, tem tudo.


Quer saber mais sobre o trabalho da GOBBO Projetos e Consultoria? Acesse nosso site e entre em contato com a gente: vamos tomar um café e bater papo sobre Sustentabilidade e Segurança do Trabalho.

#segurançadotrabalho #acidentesdetrabalho #desmistificandoSST

© 2017 por Gobbo Projetos e Consultoria. Com todos os direitos reservados.